Dia da selfie no museu

//Dia da selfie no museu

Dia da selfie no museu

#MuseumSelfie é uma campanha criada para incentivar as pessoas a frequentar espaços culturais.

Publicado originalmente na CEO América Latina.

A Mona Lisa, hoje exposta no Museu do Louvre, em Paris (França), é com certeza a imagem mais famosa do mundo – ou tanto quanto “A Criação de Adão” (o dedo de Deus), que cobre o teto da Capela Sistina, no Vaticano. Essas duas obras-primas do Renascimento, de Leonardo da Vinci e de Michelangelo, têm um valor simbólico que vai muito além da arte. Porém, as duas obras compartilham um baita white people problem: o excesso de fãs.

A sala onde está exposta a Gioconda vive abarrotada de turistas de costas para a pintura, fazendo selfies no meio da algazarra da multidão. O mesmo acontece na capela onde os papas são escolhidos, em todos e cada um dos minutos em que os Museus Vaticanos estão abertos – eles recebem cerca de 22 mil turistas por dia.

.

Agora, o convite é que essa mesma busca desenfreada por selfies com obras de arte se dissemine pelo mundo, para aumentar a popularidade da hashtag #MuseumSelfie (todas as traduções são bem-vindas também). O desafio deste ano foi lançado no dia 16 de janeiro, mas a intenção é torná-lo trending topic sempre que uma grande exposição chegue ao país ou à sua cidade.  

O ano de 2019 foi cenário para a sexta edição da iniciativa internacional, impulsionado pela organização Culture Themes e pela Unesco. A intenção é replicar simultaneamente eventos em diferentes países, para aproximar instituições culturais a um público cada vez mais extenso e diverso, e fazer com os que os próprios visitantes as promovam em suas redes sociais.

.

A campanha nasceu em 2014 no Twitter por iniciativa da inglesa Mar Dixon, administradora de um portal digital de arte e cultura, com o objetivo de gerar e dinamizar o diálogo entre os museus e os visitantes. A proposta consistia em difundir massiva e globalmente museus, galerias e espaços culturais de todas as partes do mundo, além de possibilitar o intercâmbio entre internautas de diferentes países.

Participar é muito fácil: basta fazer sua selfie em frente à fachada de um museu, um com o guia impresso de uma exposição, e publicá-la em suas redes sociais com o hashtag #MuseumSelfieDay, #MuseumSelfie, ou a tradução que você preferir.

Em 2018, a campanha foi trending topic na Holanda e na Rússia*. Já a obra “Fulang Chang e eu”, de Frida Khalo, exposta no Museu de Arte Moderna (MoMA) de Nova York na exibição “México moderno: vanguarda e revolução”, foi a preferida do público para as selfies. Já no Louvre, mais de 10 mil pessoas fizeram selfies com a Gioconda de Da Vinci.

Quer participar? O próximo evento oficial da iniciativa será no dia 19 de junho. Publique sua selfie com a hashtag #MusPride, criado em homenagem ao mês do Orgulho Gay.

*Não deixe de conferir a matéria da CEO Brasil sobre San Petersburgo, lar do fascinante Museu Hermitage, um dos maiores do mundo.

Ilustrações: Gustavo Murrieta e @museumselfieday

2019-06-09T20:10:13+00:00

About the Author:

Leave A Comment